Categorias
Programação Tutoriais Wordpress

Precisa ativar o debug do WordPress? veja como fazer

Precisa ativar o debug do WordPress? Então hoje vamos mostrar para você dicas de como fazer debug antes que as coisas acabem saindo de controle…

O código perfeito muito provavelmente não existe. Debugging, ou simplesmente debug (depuração em português), é um processo que se concentra em buscar por falhas de uma aplicação e as exibir na página, para que o desenvolvedor do site possa identificá-las e resolvê-las e assim garantir que o problema não aconteça novamente.

Ativar o debug do wordpress

Ativar o WP_DEBUG provavelmente é a maneira mais simples de registrar problemas num site WordPress. Para isso acesse o FTP do seu domínio. abra no editor de sua preferência o arquivo wp-config.php e insira o seguinte código no arquivo:

// Habilita modo de debug
define('WP_DEBUG', true);

// Guarda os logs em /wp-content/debug.log
define('WP_DEBUG_LOG', true);

// Esconder erros
define('WP_DEBUG_DISPLAY', false);

No código acima, além de ativar a depuração, também fica guardado em um arquivo de log todos os erros encontrados. O arquivo fica em wp-content/debug.log

WP_DEBUG_DISPLAY: Você deve desativar para que a mensagem de erro não seja exibida no seu site.

Por padrão, cada vez que um erro acontece, ele será gerado e exibido dentro do seu código HTML. O valor original é “true” e você tem que alterar parar “false” para esconder todos os erros.

Todos estes recursos: WP_DEBUG, WP_DEBUG_LOG, e WP_DEBUG_DISPLAY podem ser usados de uma vez para habilitar o depurador, salvar um arquivo e esconder todos os erros.

O que acontece após ativar o debugging?

Depois de ativar a depuração de erros, assim que acessar seu site, caso existam erros, os mesmos serão exibidos e escritos no log. Então basta achar a solução para os erros apontados pela aplicação para que a mesma retorne a funcionar.

Como um desenvolvedor, você precisa identificar e resolver os problemas antes de publicar qualquer código e plugin para seus usuários. Como um webmaster, você também pode usar ferramentas de debugging para identificar o que causa problemas de performance no seu website.

Gostou? Não se esqueça de Recomendar e Compartilhar!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *